Queer Zones (vol. 1) Sam Bourcier

Categorias ,

As zonas queer são também um espinhoso aglomerado de desterritorialização e de subjetivações proliferantes, transversais.

Descrição

“As zonas queer são também um espinhoso aglomerado de desterritorialização e de subjetivações proliferantes, transversais. Quando seu coeficiente de desterritorialização decai demais, nós o abandonamos. Na medida em que sua base é o corpo. Mais do que algo que me pertence, meu corpo é uma zona de autonomia, como dizia o adágio feminista. É claro, não somos obrigados a compreender o slogan “meu corpo me pertence” nos termos da liberdade individualista, em conformidade com o individualismo possessivo liberal. Mas nisso está o risco de que se reforcem o direito e a política protetiva dos direitos. E é uma pena, porque o corpo é sempre mais extenso e mais forte que o sujeito ou o si mesmo”.

“O sucesso ou visibilidade de certa teoria queer universitária (principalmente Judith Butler) não deve esconder o fato de que a crítica e a identificação queer nasceram, em grande medida, das reivindicações das mulheres e lésbicas negras, desejosas de pôr um basta num feminismo puramente branco, burguês e heterocentrado – poderíamos falar até mesmo um lesbianismo eurocentrado e pouco preocupado com questões de raça e de classe.”

Sam Bourcier

R$82,90

Em estoque

Título do livro:

Queer Zones (vol. 1) Sam Bourcier

Categorias: ,

Compartilhe o que é bom:

WhatsApp chat