Relações interseccionais em rede: feminismos, animalismos e veganismos

Pensar feminismos, animalismos e veganismos em um único fôlego desagua em uma rede de práticas que desnaturaliza nossas relações com o corpo, com o animal e com a carne.

Descrição

Relações interseccionais em rede promove os exercícios de transversalidade de que é feita a lucidez. Sem interseccionalidade, as lutas e os exercícios de inventar futuro ficam sem bússola e, assim, reféns das cadeias que se mantém a ferro e fogo. Pensar feminismos, animalismos e veganismos em um único fôlego desagua em uma rede de práticas que desnaturaliza nossas relações com o corpo, com o animal e com a carne. Arrancadas do âmbito pasmacento da natureza que segue leis, novas responsabilidades surgem – e com elas novas proximidades, novos elementos comuns. Estas relações desnaturalizadas abrem assim caminho para um convívio em que o que co-existe seja uma incumbência e não um recurso. De fato, a supremacia masculina, o humanismo e o carnivorismo tem sido estratégias para que aquilo que fica fora de um âmbito privilegiado seja posto à serviço dele – são práticas cósmicas de doma necropolitica. E é precisamente cosmopolítica que pode ser a produção de um babado outro; uma invenção que começa nos meandros interseccionais e avança de modo tentacular em direção ao magma terrestre procurando destituir tanto os micropoderes geológicos do capitaloceno quanto seus terremotos mais estrondosos que vem se armando sob a crosta do planeta durante a era dos patriarcas, dos currais e dos açougues. Prof. Dr. Hilan Bersusan

“TOURADA NO DOMINGO”: TRADUZINDO JOSEPH ROTH COMO PRÁTICA ANTIESPECISTA Dóris Lutz

A PRÁTICA DO VEGANWASHING PELO ESTADO DE ISRAEL: UMA ANÁLISE ECOFEMINISTA SOBRE A APROPRIAÇÃO DE UM MOVIMENTO POR ÉTICA E JUSTIÇA ANIMAL PARA ENCOBRIR VIOLAÇÕES DE DIREITOS HUMANOS NA PALESTINA Daniela Rosendo

O ESPECISMO COMO NECROPOLÍTICA: UMA ANÁLISE SOBRE AS FRONTEIRAS QUE DELIMITAM A PRECARIEDADE DA VIDA Fabio A. G. Oliveira

MERCADORIA E SIGNO: NOTAS SOBRE O ABATE INDUSTRIAL NO BRASIL HOJE E ALGUNS DE SEUS MARCADORES EXPRESSIVOS Laura Luedy

CONSIDERAÇÕES ECOFEMINISTAS SOBRE AS RELAÇÕES ENTRE AS PRÁTICAS DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E A MANUTENÇÃO DO PATRIARCADO Tânia Aparecida Kuhnen

A LIBERDADE DE ESCOLHA É O PROBLEMA Silmara Simone Takazaki

O CAMINHO DAS ÁGUAS PELA LITERATURA: UM OLHAR ECOCRÍTICO PARA SOLAR STORMS (1995), DE LINDA HOGAN Mayara Carrobrez Alba Krishna Topan Feldman

ESTA MOQUECA (ME) DESCOLONIZA Rafael Siqueira de Guimarães

NINHO: UM REFÚGIO MULTIESPÉCIE Danielle Milioli Dolores Galindo

A DRAG TRANIMAL ENQUANTO FIGURA DE SUBJETIVIDADE: COMO RECUPERAR A ANIMALIDADE EM UM CONTEXTO HUMANORMATIVO? Gustavo Barrionuevo Roberta Stubs

A ARTE FEMINISTA ANIMALISTA Patrícia Lessa dos Santos Bruna Marques

INTERAÇÃO ENTRE AS ESPÉCIES HUMANA, CANINA E FELINA E O PODER TRANSFORMADOR DESTAS RELAÇÕES Marcia Regina Coalho

A EXPRESSÃO DAS EMOÇÕES NO HOMEM E NOS ANIMAIS: OBRA ABERTA DE DARWIN PARA CONTRIBUIR COM O ANIMALISMO Marta Bellini

R$44,90

Em estoque

Título do livro:

Relações interseccionais em rede: feminismos, animalismos e veganismos

Categorias: , , ,

Compartilhe o que é bom:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
WhatsApp chat