CASA ENCANTADA

Um retrato da luta por moradia em Belo Horizonte

Descrição

Renato Baruq

“A escolha pelo nome desta publicação, inspirado na letra da música Casa Okupada, Casa Encantada, da banda punk espanhola Sin Dios, vem da vontade de apropriar-me deste encantamento e desta euforia que sentimos ao construir eventos, encontros e celebrações em um território que ocupamos e que construímos coletivamente todos os dias apesar de não termos onde morar, oportunidades iguais e dignas para todas as pessoas. Esse sentimento é fundamental e serve de combustível para seguirmos. Mas é importante lembrar que essa alegria que valorizamos surge de uma realidade abominável.”

 

Renato Baruq —

Por meio de entrevistas a ocupantes, ilustrações das fachadas de casas, fotografias, considerações de especialistas convidados e uma longa apresentação e reflexão final, Renato Baruq retrata vividamente a realidade das ocupações de moradia em Belo Horizonte, bem como a história de luta por um habitar digno na cidade. Aborda também o contexto social que levou à formação dessas e destaca a importância delas na resistência contra a desigualdade antes, durante e depois da pandemia de COVID-19. Um exercício militante e artístico dos desafios enfrentados quanto à resiliência e à determinação na luta por habitação digna.

 

Casa encantada explora a história de Belo Horizonte, desde sua fundação até a sua configuração atual, e contrasta como a cidade foi projetada para excluir os mais pobres, levando a conflitos contínuos por moradia ao longo dos anos. Perpassa a pandemia da COVID-19, que exacerbou as discrepâncias sociais de habitação, tornando mais evidente a necessidade de residência adequada para os mais vulneráveis. Conta como surgiram novas apropriações de casas durante a pandemia, muitas delas de forma espontânea e sem o apoio dos reconhecidos movimentos organizados. Hoje, essas ocupações também são percebidas como uma forma de luta contra a especulação imobiliária e por isso a importância da solidariedade e da auto-organização, dentro e fora delas. A diversidade de envolvidos, incluindo trabalhadores informais, pessoas antes em situação de rua, imigrantes e outros grupos marginalizados fez com que os locais ocupados se tornassem em espaços de construção de novas relações sociais, sólidas e comunitárias, em busca de apoio mútuo e de defesa comum dos direitos habitacionais.

 

Apesar das conquistas, reconhece-se os desafios enfrentados: a ameaça de despejo, a falta de acesso a serviços básicos e a criminalização constante por parte das autoridades. Casa encantada expressa uma visão de futuro baseada na esperança, na luta por justiça social e, ainda, oferece modos de continuar a luta contra a lógica capitalista que impõe a propriedade acima da vida.

R$60,00

Em estoque

Pague parcelado sem cartão com Mercado Pago

Título do livro:

CASA ENCANTADA

Compartilhe o que é bom: