NIGRA KORO DISTRO

Punk - Antonio Bivar

 PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 1982 COM O NOME “O QUE É PUNK”, PELA EDITORA BRASILIENSE.

R$40,00

Em estoque

Punk - Antonio Bivar

Categorias: ,

Descrição

HOMENAGEM AO QUERIDO AMIGO, JORNALISTA E DRAMATURGO ANTONIO BIVAR (1939-2020).

INCLUI PREFÁCIO ESCRITO POR ANTONIO BIVAR EM 2018.

INCLUI POSFÁCIO E ILUSTRAÇÕES DE KIKO DINUCCI.

O livro Punk dispensa apresentações. É uma das obras mais importantes já escritas sobre o movimento punk, senão a mais importante já escrita no Brasil. Antonio Bivar, seu autor, é reconhecido pelos punks brasileiros da geração de 82 como o escritor que melhor transcreveu a fervilhante cena, de Londres 76 a São Paulo 82, para o papel. Lançado como O que é Punk, publicado originalmente em 1982 pela Editora Brasiliense, dentro da Coleção Primeiros Passos, tornou-se um clássico instantaneamente, alcançando seis edições e diversas tiragens.
Para nossa alegria, agora rebatizada simplesmente como Punk, essa pequena obra-prima de Bivar sobre o movimento musical surgido na Inglaterra nos anos 1970 dá sequência à Outros Passos, série que se propõe a “definir”, de forma aberta e sinuosa, verbetes que se constituirão num alfabeto de temas caros às cidades, espécie de cartografia livre e multifacetada do que somos constituídos.
A edição contém um novo Prefácio, escrito por Bivar, e um Posfácio escrito pelo músico Kiko Dinucci, que também fez as ilustrações.
Compõem ainda a edição sobrecapas e gravuras internas criadas por Angela Mendes, Kiko Dinucci e Ricardo Costa, que podem ser emolduradas.

Sobre o autor

Antonio Bivar nasceu em 1939 em São Paulo, cidade onde vive. Formado em Arte Dramática pelo Conservatório Nacional de Teatro, no Rio de Janeiro, fez parte do movimento da Nova Dramaturgia no final da década de 1960, logo chamando a atenção pela originalidade de seus textos feitos de humor afiado, ironia e raiva. Peças como Cordélia BrasilAbre a janela e deixa entrar o ar puro e o sol da manhã e Alzira Power já são clássicas do repertório teatral brasileiro.
Em 1970, durante a ditadura militar Bivar voluntariamente exila-se na Inglaterra, com esticadas em Nova York, Dublin e Paris, lugares onde estende suas experiências com a Contracultura. Como escritor, tem O que é Punk, seu primeiro livro publicado, em 1982, seguido de outros catorze, entre autobiografia, biografias, romance e Histórias do Brasil para Teatro.
Nome central no movimento punk paulistano, que acompanhou de perto, em 1982 foi o idealizador e um dos organizadores do festival O Começo do Fim do Mundo, no Sesc Pompeia, que reuniu o movimento e as principais bandas de São Paulo e do ABC paulista.
Faleceu em 5 de julho de 2020, aos 81 anos, vítima da covid-19.
PUNK IS NOT DEAD! Viva Bivar!

WhatsApp chat